Main Menu

História

Barra do Ribeirão dos Macacos – Honório Bicalho

Local de passagem da Estrada Real, Honório Bicalho fica às margens do rio das Velhas. No distrito encontra-se o Santuário de Bom Jesus de Matozinhos, cuja construção foi finalizada em 1760.

O primeiro a chegar a região e tomar posse das terras tem até hoje seu nome gravado na memória e nas ruas da cidade. Foi Manoel Afonso Gaia, bandeirante de família tradicional de Santos. Depois de Gaia chegou a região um herdeiro direto da alta estirpe dos bandeirantes paulistas. O neto do Caçador de Esmeraldas, o famoso Fernão Dias Paes Leme, com o mesmo nome do avô. Chega e se instala em uma grande fazenda banhada pelo rio das Velhas e pelo ribeirão dos Macacos. A atividade mineradora incansável nos arredores abriu minas e atraiu gente. A região cresceu e prosperou Em recenseamento de 1740 as pessoas mais ricas da Freguesia de Nossa Senhora do Pilar das Congonhas eram todas moradoras de Barra do Ribeirão dos Macacos. Mesmo depois da morte de Fernão Dias e da fragmentação da fazenda, o lugar continuou se desenvolvendo. A fadiga da mineração chega em diversas partes da província a partir de 1760, mas a atividade na região não diminui até fim do século XVIII. Finalmente o ouro não é mais encontrado e a decadê cia se instala. Era chegada a hora das companhias mineradoras.

O filão mais rico era a Mina do Faria. A primeira experiência de exploração da mina foi marcada pelos conflitos entre os sócios brasileiros e ingleses. Em 1887 a mina foi comprada e constituída em Paris a Societé de Mines D’or de Faria com capital de 1.800.000 francos.. A região retoma seus melhores dias e até uma fábrica de cerveja foi instalada. Mas problemas com a penetração de água nas galerias e a baixa concentração de ouro por tonelada de minério tornaram o negócio pouco rentável. Depois de 10 anos enfrentando dificuldades os franceses saíram e passaram o negócio para os ingleses. Foi criada a Faria Gold Mining Company of Brazil Limited com capital de 60.000 libras esterlinas. Os mesmos problemas técnicos e agranulação muito fina do minério levaram a empresa a fechar as portas em 1908, vendendo seu espólio a Saint Jonh Del Rey Mining Company.

Em 1890, foi inaugurada no local uma estação ferroviária que fazia parte do trecho Belo Horizonte - Rio Acima. A estação ganhou o nome do engenheiro responsável pelo trecho, Honório Bicalho. Devido a atividade mineradora da Saint John del Rey Mining Company na região a estação possuía um grande movimento, e a localidade ficou conhecida com o nome do engenheiro.

Fontes:

Atlas de Nova Lima e Portal Descubraminas